Som? Testando som! Som! Ah!

Pedro + Walk&Talk

Um instante, mocinha!  Um momentinho. Não é mole não, boy! Nada mole. Um instante basta, fi. Está justificado. Em um momento está decidido. Calma, mãezinha. Alto, paizinho. Ôô!

Ó!

Não é mole atender todos os dias. Não é mole ser presidente da república. Nada mole governar. Não é mole não, o carnaval do Brasil. Acordar todo dia, todo santo dia, é mole? Ficar passado com a indiferença. Ter que pagar a injustiça. Morrer o que se ama. Não é moleza, chuchu. Todo mundo chora e geme. Há quem ranja! Mas há quem não dê a mínima. E há ainda quem esteja em outra, e mais outra. Há! Nada fácil. Reconhecer o erro, considerar a parcialidade. Aprender a sair do meio. Largar o osso. Nops, nadinha mole.

Depois, aquilo que é mole para o papa não é mole para o bispo. Na própria igreja. No mesmo lar. Em casa, em família, com os amigos, íntimos. Ah, por favor, tio! Encontrar-se no meio de tantas vozes. Quais estão certas, quais também? Oh ni! O que fazer, e como? E quando? Quanto é o bastante? Busca consenso? Sorria, você está sendo filmado/a/…!

Do outro lado do mundo vêm as bocas desta plantação. Em um instante desdobra-se a parafernália do mundo, diretamente da gôndola. Não é mole se encontrar no acidente do outro. Que outro?

Vamos listar alguns nomes.

A quem servem os nomes e as coisas? A ordem? Ao progresso? O nome das coisas. Nomenclatura e vocabulário dos apontamentos. Das luas. Das qualidades. O nome das definições! Cavalinhos, humanos, bordas.

Truta, nunca houve um russo igual ao outro! Nem os gêmeos, nem eles concordam em tudo! Irmãozinhos siameses, quantos desentendimentos! Quanta confusão, Hidra de Lerna! Ou seria Hidra de Metas? Não, claro que não! Ou talvez, talvez? Não, não! Ora, por favor! A concórdia é um avião aposentado.

Madama, o que se chama é o indivíduo. É você, bebê. Não é mole ser uma pessoa no meio de tantas pessoas ou coisas. É de uma solidão, queridinha! É de uma fragilidade que só a religião da onipotência, major! Se não, ateus! E olhe!

É, não é mole não, compa!  Ou talvez seja! Mole como concreto líquido!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s