Imã?

Por que alguém incendiaria propositalmente o último quarteirão de mata nativa e frutífera do bairro? Especulamos: motivações…

Podemos atribuir culpa. Podemos culpar a gestão da Prefeitura de Natal. Podemos responsabilizar o, ahn,  incendiário?. Podemos acusar a omissão dos habitantes do bairro.

Podemos acusar a nós mesmos. Pensamos: não fazemos o bastante, precisamos ser mais conscientes e atentos.

Finalmente, podemos tentar compreender e analisar todos os cenários acessíveis e até mesmo investigar alguns cenários criativos. Ver com os olhos do outro, e calçar seus sapatos.

Conflitos e pazes sociais são alimentados por visões contrastantes, incluindo interesses e valores. Do mesmo modo, tais visões alimentam conflito e paz nos sujeitos.

Sofre-se por utopia, mata-se por ideia, guerreia-se por crença. Isso significa que certas utopias podem ser reconfortantes, do mesmo modo como certas ideias dão luz à vida, ou que certas crenças têm qualidades

Mais significa melhor? Vide: totalitarismo.

Poderia ser total uma visão baseada em cartas de crédito e preferências? Visões, ao que servem, do que são feitas: Anotar padrões e condições de existência das visões.

Não basta ter olhoz, é o que se diz ter olhos para ver.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s