Compram-se Congressos?

via Época

Metade dos parlamentares que tomarão posse em fevereiro é de empresários.

A julgar pelo histórico de problemas envolvendo interesses privados e públicos, podemos esperar um Congresso mais interessado em lucros particulares do que na socialização do bem-estar.

Com 54% dos novos congressistas eleitos com $uporte  das construtoras, como será que votarão quando a pauta de interesses bater com as vontades dessas empresas?

O documentário The Corporation buscou retratar a penetração dos interesses comerciais em nossas vidas. O trecho abaixo fornece uma visão geral:

Outros trechos incluem tópicos perturbadores como: a contaminação ambiental promovida pelas empresas (aqui e aqui); detalhes sobre a exploração de mão-de-obra barata (aqui); dados sobre a incapacidade das empresas em seguir normas sociais de conduta dentro da lei (aqui); a propensão das empresas em obter lucros a partir de desastres (aqui); a manipulação do consumismo infantil (aqui); o marketing para criar a ideia do “poder do consumidor” (aqui); a indução da percepção de que as empresas são responsáveis pelo progresso social (aqui); a criação de farsas como modelo de negócio (aqui); o patenteamento de seres vivos (aqui); a cooptação de governos, cientistas e jornalistas (aqui e aqui); a tolerância a regimes tirânicos (aqui e aqui); e a privatização da política como meio de garantir a hegemonia dos interesses comerciais (aqui).

Em tempo: EUA encerram 2010 sem eliminar a mancha do vazamento de petróleo.

+ Copa do Mundo 2014 em Natal

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s