Índice de gordura espiritual?

a partir de imagem de Zack Manchester UK

Se despíssemos os ensinamentos espirituais de todo o aparato institucional, o que se nos revelaria? Quando as estruturas criadas para preservar e irradiar os ensinamentos tornam-se obstáculos e distrações ao propósito ao qual se justificam, o que delas poderíamos abandonar?

Reféns da auto-imagem e do corporativismo, como as instituições poderiam deixar-se transcender? Apegadas ao proselitismo, métodos e nomenclaturas, como exemplificariam a liberdade?

Quando lideradas por egocêntricos sedentos de poder e reconhecimento, como corporificariam o desprendimento e a humildade? Quando orientadas pelo dogmatismo, como reconheceriam as próprias limitações e ignorância?

Se pudessem adotar a frugalidade e desafiar a zona de conforto, qual a cara que teriam?

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s