Gotas da safira

via Anua22a

Nosso planeta líquido
brilha como uma safira azul macia
na dura escuridão do espaço.

Não há nada como ele
no sistema solar.

Por causa da água.

John Todd estava ligado quando expressou as palavras acima.  Bem poderia chama-se Safira, a Terra. Quem de nós tem com as gotas da safira ao tomar banho, lavar a louça ou escovar os dentes? Quem de nós vê a safira mesmo quando está na praia?

Vemos a safira em nossos copos d’água? Vemos as moléculas da safira em nosso sangue, em nossa boca, em nossas lágrimas e na urina? Quem de nós está ligado na safira cruzando o céu, entre nuvens, ou no cair da chuva? Quem de nós vê a mais preciosa das safiras em meio ao prato de alimento, ou na tigela de açaí?

Mãe safira, somos pródigos de esquecimento e desdém. Nós que sacamos de ti, que nos infiltramos em teu ventre com nossos arpões. Nós que contaminamos teu corpo e a tomamos como nossa serva. Nós, surdos ao ronco de tuas ondas e cegos aos teus mistérios. Ai de nós!, que cuspimos em ti por tua própria graça!

Mãe safira, oceano profundo de gotas espelhadas. Quem de nós se vê em e por ti?

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s